quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Projeto para o eixo monumental inspirado nos croquis de Burle Marx

No mês de agosto Brasília receberá um projeto paisagístico para o eixo monumental inspirado nos croquis de Burle Marx de quarenta anos antes e redesenhado pelo arquiteto Haruyoshi Ono, do escritório que leva o nome do paisagista modernista.

Eixo Monumental. Divulgação/Burle Marx

O eixo receberá, entre a rodoviária e a torre de tv,  canteiros de flores, a fonte luminosa terá pista de pedestre alargada para receber maior número de pessoas e a praça será arborizada com árvores nativas, como guariroba, buriti e acácia, já que usar a vegetação própria da região é um princípio de Burle Marx. Calçadas e ciclovias ligam os dois lados do eixo monumental que conecta os setores hoteleiros norte e sul, e espelhos d'água prometem levar mais umidade ao local deixando o ar mais agradável na época da seca, além de irrigação automática.


Comparação entre o Eixo atual e o do projeto. Divulgação/Burle Marx

O professor da UNB  Frederico Flósculo diz que o projeto não possui no entanto a marca de Burle Marx e nem a complexidade e a maturidade do seu trabalho, mas não nega que será um investimento bem vindo para a cidade. Tornar a região menos árida é um dos objetivos da intervenção, explica Ono, mas será que não vemos aí também, um desejo de pensar para o pedestre, a cidade que foi feita para ser percorrida em alta velocidade? No momento que vivemos, o mundo todo está pensando em formas ecológicas de se locomover, e agora que se atentou para a necessidade de uma cidade que não seja de passagem, mas de estar e de viver, Brasília não pode permanecer na contramão.

Ainda que o autor do projeto talvez não tenha tido tal intenção, o projeto nos leva a pensar: será possível recuperar para as pessoas uma cidade projetada para veículos? Se essa é intenção, a maior dificuldade nessa ‘caminhada’ será fazer com que a pé tenha-se acesso a serviços, comércio e instituições de forma não exaustiva na capital onde tudo é setorizado e demasiado longe.

A Torre de Tv vista do Eixo. Divulgação/Burle Marx

No entanto qualificar os espaços existentes para o uso e o lazer das pessoas, como será nesse projeto, mostrando que diversão ou descanso pode acontecer no lugar que é público, já é um grande passo rumo à humanização das cidades.


Para saber mais:

Confira o projeto paisagístico de Burle Marx para o Eixo Monumental - Lugar Certo 
http://www.lugarcerto.com.br/app/402,61/2013/07/25/interna_ultimas,47139/confira-o-projeto-paisagistico-de-burle-marx-para-o-eixo-monumental.shtml

Implantação do projeto paisagístico de Burle Marx no Eixo Monumental, em Brasília, é aprovada
http://www.piniweb.com.br/construcao/urbanismo/implantacao-do-projeto-paisagistico-de-burle-marx-no-eixo-monumental-293249-1.asp

Novacap retira 26 árvores do Eixo Monumental, em Brasília
http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2013/12/novacap-retira-26-arvores-do-eixo-monumental-em-brasilia.html