sábado, 8 de junho de 2013

Frank Lloyd Wright e a Broadacre City

Retrato de Wright. Al Ravenna
Hoje, 8 de junho é o aniversário de Frank Lloyd Wright, considerado por muitos como o mais influente arquiteto americano do século XX e que, apesar de ser mais conhecido por projetos como a Casa da Cascata e o museu Guggenhein de Nova York, produziu propostas originais sobre urbanismo, como a utópica e descentralizada cidade de Broadacre City.

Wright nasceu na cidade rural de Richland Center nos EUA em 1867 e em 1886 inicia o curso de engenharia civil na Universidade de Wiscosin-Madison. Em 1886 abandona a faculdade e no ano seguinte vai para Chicago trabalhar no escritório do arquiteto Joseph Lyman Silsbee, conhecido pelo estilo eclético e da "Prairie School" que mais tarde influenciaria Wright em seus projetos de arquitetura horizontal.

Em 1888 Wright vai trabalhar com Louis Sullivan, arquiteto responsável pelo desenvolvimento do arranha-céu que devido ao "Grande Incêndio de Chicago" em 1871 e ao expressivo crescimento populacional, é largamente utilizado em Chicago.

Em 1900 Wright faz seu primeiro projeto urbanístico, sendo no total 41, ao propor para Charles E. Roberts, que se tornaria um grande cliente seu, o "Quadruple Block Plan". Neste projeto nunca realizado, cada quarteirão é formado por apenas quatro lotes o que, se por um lado oferece um aproveitamento útil menor do que no quarteirão convencional, por outro lado possibilita que todos as construções, por serem de esquina e tendo duas faces voltadas para as ruas, tenham mais luz natural e maior ventilação. Neste primeiro projeto, Wright inicia o desenvolvimento de seus conceitos centrais sobre o urbanismo: a descentralização e a baixa densidade.

Maquete de Broadacre City
A visão de Wright sobre as cidade do início do século XX era de que, segundo ele: "nós vivemos agora em cidades do passado, escravos da máquina e da construção tradicional" retrato da cidade industrial poluída e que impede seus habitantes do contato com a natureza. Para tentar reverter este quadro, Wright propõe o projeto da cidade de Broadacre City, cujo conceito central  é a descentralização e baixa densidade para tentar minimizar e "diluir" ao máximo o impacto da cidade na paisagem natural. A cidade é uma malha de estradas que se estende indefinidamente e divide a região em quadrados de um acre (cerca de 4.000 m²), daí no nome do projeto, em que cada um desses acres seriam destinadas a uma família. Dentro de cada acre poderiam coexistir plantações, indústrias, serviços e casas, fazendo de cada acre uma unidade autônoma. Desta forma Wright propunha a descentralização que ele idealizava como sendo não só urbana mas também política.

Se por um lado a tentativa de Broadacre City de libertar o homem da "escravidão da máquina" é vista hoje, com cidades inchadas de subúrbios dependentes de transporte motorizado como ingênua, a pioneira preocupação com a natureza, das teorias de Wright são um valioso legado para a atualidade. Frank Lloyd Wright, morre em Phoenix, Arizona, em 9 de abril de 1959, no mesmo dia do ano e cidade que seu discípulo Paolo Soleri, criador do Arcosanti.